Buscar
  • Monica MC

Gouveia Brasil 44: a nova cachaça vinda de onde nascem os fortes

Atualizado: Fev 10

Por Dirley Fernandes | Mapa da Cachaça



Quando se sabe que um novo produto nasceu dos altos de Turvolândia (MG), onde o mago Armando del Bianco fincou raízes e dispõe de todas as condições para realizar seu trabalho de alquimista-mor da cachaça, a expectativa é sempre grande.


Do alambique exemplar às margens do Sapucaí, saem a Gouveia Brasil Extra Premium, produto que, como poucos, faz jus ao epíteto ‘único’, e a olorosa Porto do Vianna. As duas linhas ganharam agora novos integrantes: a Porto do Vianna Tradicional, uma branca, bidestilada, sobre a qual discorreremos com mais vagar oportunamente, e a Gouveia Brasil 44, cachaça armazenada em carvalho, descrita como de ‘teor intenso’. Essa última é o mote desse post.


O ‘teor intenso’ da Gouveia Brasil 44 nem precisava ser anunciado, como o é, na embalagem. A cor acobreada, que se percebe na garrafa transparente e ‘cortada ao meio’, já dá a indicação, bem como os tons escuros e densos, em preto e dourado opacos, do rótulo.


Após abrir a garrafa alongada e servir a bebida, uma leve rotação da taça revela uma cortina densa deixada nas paredes, que escorre lentamente em franjas finas, anunciando uma cachaça encorpada.


No aroma, são poucas as cachaças em que os tons frutados são tão presentes. Os olores marcantes de coco, banana e ameixa, combinados a reminiscências de menta, não são nada discretos. Entram cabeça adentro, remetendo ao inverno e ao calor de uma lareira na serra, e convidando à degustação.


Na boca, o bom corpo prometido é entregue. A presença mais forte dos 44% de graduação alcoólica não está disfarçada. Ela chega em meio a um dulçor intenso e se espalha durante a longa persistência. Nada agressivo, nada em excesso e tudo sem a dominância absoluta da madeira – esse pecado recorrente que despersonifica a cachaça. Mas é bom frisar: é cachaça mais escarpada e assertiva, sem camadas de veludo entre o líquido e a língua.


Armazenada em carvalho americano, a Gouveia Brasil 44 lembra os whiskeys dos domínios do Tio Sam e parece talhada para agradar os fãs dos Jackies e Jim Beams. No entanto, ela se diferencia deles no equilíbrio e na maior leveza conferida pelo álcool de cana. Aliás, o seu estilo mais expressivo do que as congêneres da prateleira do carvalho é promissor para uma experiência ‘on the rocks’. Na coquetelaria, certamente fará bonito.


Enfim, mais um tento para o empreendimento comandado por Roberto Brasil e para as artes alquímicas de Armando del Bianco, que ainda vão dar muita alegria para os bons devotos. A Gouveia Brasil 44 complementa muito bem a linha cada vez mais gloriosa que tem, além da Extra Premium (blend de jequitibá, carvalho e umburana), a Profissional (branca, armazenada em jequitibá rosa).

2 visualizações

Venda e consumo proibidos para menores de 18 anos. Beba com inteligência.

© 2019 Todos os direitos reservados ao GRUPO GOVEIA BRASIL

Gouveia Brasil - CPF/CNPJ: 12.345.678/0000-01